Dicas Internet Marketing digital Offtopic Wordpress

Técnicas de redação para SEO

Textos bem escritos e com palavras-chave bem definidas, são de grande ajuda quando se pensa em busca orgânica no Google. Conheça algumas técnicas de SEO.

SEO

Quando falamos em busca na internet, falamos de Google. O site é o primeiro colocado no ranking de acesso no Brasil. São 4,93 BILHÕES de acessos mensais aqui em terras tupiniquins. E quando falamos de Google, falamos de SEO.

Estar bem ranqueado na busca orgânica do Google é algo difícil, porém, primordial para qualquer site. Difícil mas não impossível.

Vamos lembrar que, basicamente, o Google interpreta apenas texto. As próprias imagens utilizadas nos sites são lidas pelo Google através de suas descrições colocadas no atributo “Alt Text” (falarei dele no final deste artigo).

Para que esse texto seja relevante quando for “lido” pelo Google, e fique bem ranqueado na lista da busca orgânica, temos algumas regras redatoriais a seguir, e uma formatação específica para esse texto.

Para nortear o Google nessa interpretação, utilizamos a onipresente palavra-chave; é ela que é a “chave” para o sucesso de qualquer texto quando se pensa em SEO. Mas utilizar uma palavra-chave de forma aleatória e sem critérios, de nada adianta. Ela tem que ser bem distribuída para que esse texto ganhe relevância ao ser “lido” pelo Google.

Uso da palavra-chave para SEO

A distribuição da palavra-chave deve ser feita com uma boa densidade, o ideal é que seja repetida no mínimo três vezes no texto. A primeira menção deve ser feita logo no primeiro parágrafo do texto.

Além disso, deve-se sempre aprofundar o campo semântico da palavra-chave de uma forma narrativa.

Exemplo: Ao falar sobre Cor, busque redigir o texto com palavras que possuem uma área significativa comum à palavra-chave em questão. Pode-se usar substantivos, adjetivos ou verbos:
• Substantivos: tinta, pigmento, tonalidade, tintura, coloração, pintura, etc.
• Adjetivos: colorido, iluminado, berrante, brilhante, vivo, monocromático, etc.
• Verbos: corar, tingir, avivar, mesclar, colorir, etc.

Legibilidade para SEO

Outro ponto importante é a legibilidade do texto. Os parágrafos devem ser fáceis de entender e não muito longos. O recomendado é que um texto tenha em média 900 palavras.

Estudos apontam que o ideal é seu texto ser pautado por subtítulos. Abaixo de cada subtítulo nunca utilizar mais do que 300 palavras. É importante também que um desses subtítulos tenha a palavra-chave.

Links Internos

O uso de links internos serve tanto para SEO como para manter o internauta em sua página. Adicione links internos com assuntos que possam oferecer informações extras ao leitor.

Escreva corretamente

Pode parecer besteira, mas escrever corretamente ajuda muito no SEO. A gramática é um item importante para o Google. Após escrever, procure por erros de ortografia. Releia também o seu texto para ter certeza que ele está agradável de ser lido (o uso da palavra-chave repetidas vezes, pode deixar o texto estranho e cansativo).

Uso de palavras em negrito e itálico

Uma das formas do Google identificar a relevância de uma página é o uso de negritos no texto e, até certo ponto, o uso de itálicos.

A ideia por trás disso é até estranha, mas dá para entender: o Google entende que como essas palavras estão em destaque no texto, são um forte indício de que o assunto da página está relacionado ao seu conteúdo.

IMPORTANTE: Procure negritar a palavra-chave pelo menos uma vez no texto.

O uso de palavras em negrito tem um outro fator importante: a leitura do seu texto. As pessoas estão se acostumando a consumir conteúdo audiovisual e, um bom texto redigido com as técnicas de SEO, deve ter no mínimo 900 palavras; mesmo utilizando parágrafos curtos, muitos leitores não leem o parágrafo todo, eles são melhor entendidos quando uma palavra ou frase se destaca em negrito.

NUNCA, repito, NUNCA copie um texto de outro site

Navego muito na internet, e muitas vezes vejo claramente textos que foram copiados de outro lugar. Algumas vezes há um link no final do texto com a “referência” utilizada. Ao visitar o link descubro que o texto foi copiado descaradamente.

Mesmo sendo dado ao autor verdadeiro a referência, o ideal é você se basear em uma informação e escrever seu próprio texto. Isso ajuda a conquistar e manter leitores fieis.

Penalidades

Você pode ser penalizado pelo Google ao fazer mal uso de palavras-chave por exemplo. Uma repetição excessiva da palavra-chave em um texto pode ser entendido pelo Google como uma técnica Black Hat batizada de “Keyword Stuffing“.

Outra forma em que você pode ser punido, é exatamente pelo tópico imediatamente anterior a este: copiar conteúdo. O excesso de conteúdo repetido pode fazer com que o Google simplesmente desconsidere o seu site nas buscas.

Imagens também são lidas como texto

Como havia mencionado no terceiro parágrafo, vou explicar como o Google lê suas imagens.

Existe um atributo chamado Alt Text, ou o Alternative Text (Texto Alternativo). É importante ressaltar que o Alt Text não é o mesmo que o título da imagem. O título é o nome que você dá à imagem, enquanto o Alt Text é a sua descrição.

O Alt Text é uma descrição dos elementos visuais da imagem. Por exemplo, na imagem abaixo, o título dela poderia ser “Estudante bonita“. Já o Alt Text seria: “Estudante bonita com traços asiáticos sentada ao ar livre segurando um copo e um tablet com uma câmera na mesa“.

Independentemente da ferramenta que você utiliza para fazer o upload de imagens para o seu site, pode procurar que você vai encontrar o campo para preencher o Alt.

Estudante bonita com traços asiáticos sentada ao ar livre segurando um copo e um tablet com uma câmera na mesa

________________

Só para efeito de curiosidade, demorei umas duas horas para escrever este texto, e a palavra-chave escolhida foi: SEO.

Compartilhe nas redes sociais:

Deixe um Comentário