6 cadáveres reais confundidos com decoração de Halloween

Você está aqui:-, Curiosidades-6 cadáveres reais confundidos com decoração de Halloween

Tive a ideia de escrever sobre isso quando a Helise chegou hoje na minha mesa e disse: “Alê tomei um susto agora, acabei de sair do elevador e ver uma menina com uma tesoura enfiada na cabeça, depois do susto vi que era uma tiara para a fantasia de Halloween dela”.

Fiquei pensando se isso acontecia com frequência num dia como hoje e se realmente pessoas com más intenções não poderiam usar esse dia para “desovar” corpos. Uma ideia meio louca mas não sem fundamento.

Uma rápida busca no Google e encontrei histórias de cadáveres que foram confundidos com a decoração de Halloween.

1. Zumbi na cerca – Chillicothe, Ohio (EUA)

rebecca-cade
Trabalhadores da construção civil estavam próximos de uma casa onde um corpo pendia na cerca, por ser Halloween pensavam se tratar de um boneco de Zumbi já que o rosto do “boneco” estava desfigurado. Depois de um certo tempo foram analisar melhor a suposta decoração e viram se tratar de uma mulher de verdade.

Era Rebecca Cade de 31 anos. Ela havia sido espancada até a morte e seu corpo deixado na cerca. Após a investigação policial, seu namorado, Donnie Cochenour Jr., foi preso. Segundo testemunhas ele foi visto brigando e batendo na garota no começo daquela semana.

2. Mulher enforcada – Frederica, Delaware (EUA)

enforcamento-zumbi
Em 2005, uma mulher de 45 anos se enforcou em uma árvore em frente a várias casas. Tanto os moradores quanto os pedestres, achavam que era apenas mais uma dentre as várias decorações de Halloween naquele bairro.

Até alguém desconfiar que poderia ser uma pessoa real ali pendurada, passaram-se várias horas e várias pessoas logo abaixo do corpo.

Vítima de Tiro – Los Angeles, Califórnia (EUA)

mumia-cadaver
Durante 3 dias um corpo pendia sobre a janela do apartamento de Mostafa Mahmoud Zayed. Seus vizinhos pensavam apenas que ele estava no espírito do Halloween ao decorar a janela do seu apartamento, mas não era bem isso, ele havia se transformado em espírito quando levou um tiro no olho e faleceu ali mesmo na janela.

Carteiro que tropeçou em um cadáver – Dever, Colorado (EUA)

correio-cadaver
Em 2012, um carteiro em horário de trabalho tropeçou em um corpo e achou se tratar de um enfeite de Halloween. Mas era Dale Porch que havia desmaiado enquanto estava na sacada de sua casa e despencou até o chão.

O caso foi bastante divulgado na época e até o serviço postal americano chegou a divulgar um comunicado oficial sobre o ocorrido: “We do know the carrier delivered mail to the house that day, and he remembered seeing something he thought was related to Halloween. When the carrier learned that was not the case, he was shocked and extremely upset.”

5. Ator enforcado em encenação

jason
Durante o Halloween há muitas encenações de terror nos Estados Unidos, em algumas, há até passeios onde trenzinhos levam os espectadores durante um trajeto “assombrado”. Numa dessas apresentações, Brian Jewell de 17 anos, simulava ser um homem enforcado, ele havia feito isso várias vezes, mas dessa vez algo havia dado errado e ele acabou se enforcando de verdade.

Muitas pessoas viram o cadáver de Brian sem imaginar que ele estava realmente morto. Quem descobriu o fato foi o motorista de um dos carros que levavam os frequentadores. Ele estranhou o fato de Brian não “acordar” depois de um certo tempo e falar algumas palavras de despedida aos visitantes.

A polícia apurou que o caso foi um trágico acidente.

6. Corpo mumificado durante 65 anos em parque de diversões – Haunted Mansion – Long Beach, Califórnia (EUA)

Esse caso é o mais estranho de cadáver confundido com boneco. O erro durou cerca de 65 anos.

Enquanto a maioria dos exemplos acima ocorreu ao longo de algumas horas ou poucos dias, um cadáver foi mantido como um manequim assustador durante várias décadas antes que alguém percebe-se que era realmente reais restos humanos.

Em 1976, uma equipe de televisão foi filmar um episódio de The Six Million Dollar Man em um parque de diversões. Uma pessoa da equipe estava andando em torno dos esqueletos supostamente falsos e manequins no “Laff In The Dark”, uma dessas casas assombradas de parques, quando puxou o braço de um boneco e ele se rompeu. Para seu horror ele podia ver que o braço tinha ossos e tecido humano.

Elmer McCurdy

O corpo era de Elmer McCurdy, um ladrão de trem que havia sido morto pela polícia em 1911.

A investigação que se seguiu descobriu que Elmer havia sido embalsamado porém ninguém havia reclamado o corpo. Um funcionário da casa funerária começou a expor o corpo para a visitação das pessoas para obter algum lucro, estas depositavam moedas na boca do cadáver (talvez algum rito de sorte).

Depois de 5 anos dessa exposição macabra, o dono de um circo disse que o corpo era de um parente que havia desaparecido há algum tempo e pegou o corpo para apresentá-lo em um espetáculo. Durante 60 anos o cadáver fez uma viagem pelo Estados Unidos vendido e negociado entre circos, casas assombradas de parques e museus de cera. Ao longo dos anos parece que as pessoas esqueceram que era um corpo real e a partir de determinado momento passaram a tratá-lo como um corpo falso.

elmer

Quando o cadáver foi analisado, ainda tinha uma moeda de um centavo de 1924 em sua boca e um bilhete do Museu do Crime de Los Angeles, que deve ter sido uma de suas muitas paragens ao longo das décadas. Finalmente, em 1977, o pobre Elmer McCurdy foi colocado para descansar em Oklahoma.

Elmer McCurdy-lapide

Via

2015-10-30T17:52:34-03:0030 outubro, 15|Coisas Legais de Saber, Curiosidades|

Deixe um comentário