E-commerce

Nova política de preços dos Correios passa a valer hoje, 6 de março.

Começa a valer hoje as novas regras de postagens e os novos preços dos Correios. Além de um aumento abusivo, moradores do Rio de Janeiro serão penalizados com taxa extra de R$ 3 por conta da falta de segurança no Estado.

Começa a valer hoje, dia 6 de março de 2018, a nova política de preços dos Correios. Basicamente houve um grande aumento e isso vai prejudicar, e muito, quem compra e vende pela internet.

Além dos preços das postagens, os Correios também mudaram algumas regras. Abaixo repasso as principais alterações realizadas pelos Correios.

Segundo os correios, o reajuste de preços dos serviços de encomendas nacionais, segue de acordo com as estratégias definidas para o negócio.

A metodologia para definição dos índices de reajuste considerou os índices econômicos e a atualização dos custos para a prestação dos serviços. Sendo assim, o reajuste médio global foi de 11% para o SEDEX e 25% para o PAC.

Índices em média ponderada aplicados nas tabelas de contrato para adequação dos canais de atendimento e dos pacotes de serviços de encomendas:

Alterações nas regras dos Correios

Além do reajuste dos serviços de encomendas, foram aprovadas as seguintes alterações:

  • Equiparação do redutor do SEDEX dos pacotes de MARKETPLACE e do SEDEX REVERSO de 18% para 12%;
  • Reajuste de 24% no valor do quilo adicional;
  • Reajuste de 24% no Vale Postal Eletrônico no serviço de Pagamento na Entrega no valor de R$ 15,47;
  • Reajuste do serviço adicional de Grandes Formatos no valor de R$ 20,00;
  • Reajuste de 24% no serviço adicional DD – “Devolução de Documento Econômico” no valor de R$ 7,39;
  • Reajuste no valor mínimo mensal (cota mínima) dos pacotes de serviços de encomendas;
  • Para a precificação de encomendas não maquináveis, cujas embalagens não sejam retangulares ou quadradas será acrescida uma cobrança adicional “Outros Formatos” no valor de R$20,00;
  • Diminuição do mínimo para mensuração de peso cúbico de 10kg para 5kg;
  • Incorporação de cobrança emergencial de R$ 3,00 ao valor da postagem para encomendas destinadas a regiões com elevado número de roubo de carga. Essa cobrança será aplicada ao Rio de Janeiro e região metropolitana. Para os serviços com pagamento à vista, o atendente deverá selecionar o serviço adicional “Cobrança Emergencial”. Para os serviços com postagem a faturar, essa cobrança estará incorporada nas tabelas de preços, de acordo com o pacote do cliente cadastrado no contrato.

Vigência do reajuste nos preços dos Correios

O reajuste de preços entrou em vigor para pagamento à vista em 26 fevereiro de 2018 e a faturar, no dia de hoje, 6 de março de 2018.

Taxa para o envio de mercadorias para o Rio de Janeiro

Além de todo esse reajuste, os moradores do Rio de Janeiro ainda serão penalizados com a tal “Cobrança Emergencial” de R$ 3 por entrega. Esse talvez seja o ponto de maior descalabro por parte dos Correios nessa mudança de regras.

Uma liminar havia sido concedida para que a cobrança não fosse feita, porém, uma juíza da 27ª Vara da Justiça Federal, afirmou que não vê ilegalidade e nem abusividade na cobrança e cassou a liminar, ou seja, a cobrança está mantida.

Compartilhe nas redes sociais:

Deixe um Comentário