Coisas Legais de Saber Curiosidades Educação Tecnologia

5 profissões extintas pela tecnologia

O tempo passa e novas tecnologias são desenvolvidas, modificando costumes e processos de produção. Conheça 5 profissões extintas pela tecnologia.

O tempo passa e novas tecnologias são desenvolvidas, modificando costumes e processos de produção. A cada novo paradigma, outros conhecimentos surgem para substituir os anteriores e, assim, muitos profissionais deixam de existir no mercado. Os motivos mais relevantes são que suas funções deixam de ser socialmente úteis, os trabalhadores são substituídos por máquinas ou, simplesmente, precisam evoluir até adotarem outra carreira ou serem absorvidos por outra ocupação. Que tal visualizar ou se lembrar de algumas profissões que já existiram ou que têm diminuído hoje em dia sua fatia no mercado?

Datilógrafos

Esses profissionais eram muito comuns em todas as empresas até a segunda metade do século XX. Contudo, depois do aparecimento do computador, a datilografia foi extinta e os datilógrafos foram substituídos inicialmente pelos digitadores, até que esta função foi absorvida de vez por várias outras profissões, dependendo do propósito a ser alcançado, de secretárias de escritório a programadores de informática.

Operadores de telefonia

O avanço da telefonia móvel e os serviços pouco eficientes na telefonia fixa fazem com que as telefonistas estejam quase em extinção. As grandes centrais telefônicas não existem mais, sendo paulatinamente trocadas pelas centrais digitais que distribuem os ramais de contato ao comando de quem está ligando. Assim, os últimos representantes deste grupo estão desaparecendo do mercado. As telefonistas que antigamente completavam o serviço de chamadas interurbanas e internacionais, de fato, não existem mais.

Carteiros e operadores de serviços postais

Ainda muito presentes nas ruas do Brasil, a tendência é que todos os profissionais que lidam com a separação e distribuição de correspondências evoluam para outro tipo de profissão, visto que existe a expectativa de que grande parte das contas bancárias e de serviços públicos passe a ser informatizada. Dessa forma, o serviço postal vai se concentrar mais no intercâmbio de correspondências físicas – cultura que está em declínio no mundo – e na entrega de encomendas em domicílio, na maioria das vezes por causa de compras on-line.

Arquivistas

É bem possível que a organização e controle adequado de documentos, processos, cadastros, contas, fichas, entre outros tipos de arquivos passe a ser feito pelos próprios responsáveis pelo manuseio desses itens ou por profissionais, como a secretária de escritório ou clínica, que vai integrar mais esta função. Com a digitalização dos documentos impressos e a formatação de documentos diretamente em meio digital, tal coordenação fica muito mais facilitada.

Profissionais de linha de montagem

Cada vez mais as indústrias exigem profissionais que tenham formação técnica de alto nível ou especializações em campos específicos do conhecimento, a fim de alcançar mais produtividade. É certo que, já nas próximas duas décadas, os trabalhadores que tenham formação mais simples (normalmente até o Ensino Fundamental), percam terreno para máquinas de altíssima tecnologia. O que será preciso, por exemplo, é de mão de obra capacitada para operar tais maquinários.

A extinção e o surgimento de novas carreiras levam as pessoas a refletirem bastante na hora em que vão escolher suas profissões. Por conta das alterações do mercado e das demandas que cada profissão institui a cada período histórico, os profissionais devem estar sempre buscando conhecimentos novos e se atualizando, de modo a ficarem bastante antenados com as notícias de sua especialidade ou área de formação. Como está a sua preparação para entrar no mercado profissional? Ai

Compartilhe nas redes sociais:

Deixe um Comentário