Motos e Bikes

Motos de luxo são novos alvos de assaltos no trânsito de São Paulo

Motos importadas de luxo são os novos alvos de assaltos no trânsito de São Paulo. Polícia Militar e Federação dos Motoclubes confirmam a tendência dos assaltantes em atacar motociclistas em dois dos principais corredores na Zona Sul da capital paulista.

As motocicletas são roubadas principalmente na Avenida dos Bandeirantes, mas a entidade de classe divulga na internet outros nove locais que devem ser evitados.

A Polícia Militar informa que monitora as vias com o patrulhamento de motos e que os índices de criminalidade, apesar de não serem divulgados pela corporação, estão sendo reduzidos.

Na Avenida dos Bandeirantes, os ataques são praticados por quadrilhas especializadas e violentas e ocorrem principalmente nos fins de semana, quando os motociclistas usam a via como rota para pegar estradas em direção ao litoral paulista.

A PM não possui dados sobre o número de motos de luxo roubadas na Bandeirantes, mas informa que os crimes têm maior incidências aos sábados e domingos, por volta das 17h. Os assaltantes têm, em média, de 20 a 30 anos de idade, andam em dupla numa moto de grande potência e costumam atirar nas suas vítimas.

As motos mais visadas são aquelas com mais de 600 cilindradas. Muitas são encomendadas em outros países e têm como destino certo o Paraguai.

Além de usar armas, as gangues derrubam os condutores das motocicletas quando eles param nos semáforos. Homens, acima dos 30 anos e que trabalham como médicos e engenheiros formam o perfil médio de quem é roubado.

Em razão da onda de assaltos a motos importadas, a Federação dos Motoclubes indica as dez vias mais perigosas para o motociclista. Segundo a entidade, os corredores abaixo devem ser, sempre que possível, evitados:

1) Marginal Pinheiros
2) Avenida dos Bandeirantes
3) Rodovia Castello Branco
4) Avenida Rio Branco com a Avenida Duque de Caxias
5) Rua General Osório
6) Avenida Aricanduva
7) Rodovias Anhanguera e Bandeirantes
8) Avenida Mutinga (Jaraguá)
9) Avenida São João (perto do Minhocão)
10) Rodoanel Mário Covas

Reinaldo de Carvalho Bueno, presidente da Federação dos Motoclubes, aconselha os motociclistas a não passarem em algumas vias de São Paulo. Já é de conhecimento onde os ladrões atuam com mais influência ou constância. É aconselhado não andar sozinho e evitar sair no final da tarde ou à noite.

Já o capitão Robson Cabanas Duque, comandante da 1ª Companhia do 12º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano da capital, afirma que o número de roubos é bastante reduzido quantitativamente, mas gera grande sensação de insegurança pela violência praticada pelos criminosos. Geralmente a abordagem dos assaltantes é violenta, com agressões físicas, como socos e chutes em suas vítimas.

De acordo com o oficial da PM, a melhor maneira encontrada para combater os roubos de motos foi utilizar o patrulhamento de motoclicletas. Segundo ele, a Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicleta (Rocam) tem retirado das ruas os potenciais criminosos.

A Rocam tem possibilidade de se deslocar com maior velocidade e agilidade no trânsito e isso tem surtido efeito desejado para diminuir o roubo na região, com a prisão de suspeitos. Além disso, há o trabalho constante de parar motociclistas suspeitos. Em muitos casos, as motos são apreendidas por falta de documentos ou porque o condutor era foragido da Justiça ou estava com porte ilegal de arma. É um trabalho preventivo.

Segundo o comandante, a população também pode colaborar, telefonando para a PM e indicando alguém em atitude suspeita na via. É muito raro a PM receber telefonemas pelo 190 de chamados de dupla suspeita em moto na Avenida dos Bandeirantes. Se o cidadão achar que alguém está muito tempo parado num mesmo lugar, se preparando para atacar, avise a polícia.

Via G1SP

Compartilhe nas redes sociais:

11 Comentário(s)

  • E cada vez esta mais dificil passer de moto,so andamos em grupo para evitar este tipo de ocorrencia.
    Mais infelismente nao e so este lugares que esta acontecendo este tipo de roubos para quem gosta de ir para o SERRA AZUL na Banderantes todo o cuidado e pouco esta tendo muito roubo tambem,neste fim de semana passada eu vi o piloto e o garupa na beira da estrada sem a moto,sinal que eles tinham sido roubados ha pouco tempo.
    Espero que todos tenham cuidado e que Deus nos proteja.

    Walter

  • Estava querendo comprar um Kawazaki ER mas já estou repensando a compra, a Av. dos Bandeirantes, Marginal e Castelo seriam meus trajetos de todos os Sabados, e já fui assaltado em 2004 n av. dos bandeirantes, esq. da padaria Graal. É duro mas não podemos mais andar de moto em Sampa, vou continuar indo de carro mesmo.

  • Infelizmente a cidade está dominada por vagabundos, marginais e ladrões. Tudo isso debaixo dos olhos da polícia. Eles só fazem estatísticas e mostram os pontos de maior perigo e os conselhos deles: não circulem nessas vias e ruas, não reaja, os marginais têm licença para matar e sairão impunes. Sabem onde são os pontos críticos e não tomam nenhuma providência. O que o poder público faz com os recursos arrecadados além de roubar a maior parte? O Brasil é o campeão na cobrança de impostos. Um terço do ano de trabalho do cidadão vai para alimentar a corrupção em todos os escalões.

  • Eu tinha uma R1 e fui assaltado voltando do passeio de domingo às 14:20 quase em frente ao portão de casa. Ainda bem que tinha seguro. O grande problema é o seguinte: Não vou comprar mais porra nenhuma. A cidade está ABANDONADA. A bandidagem tá tomando conta da cidade. Tem que ser muito louco pra comprar uma moto acima de 20 mil nessa cidade (não estou nem falando da minha ex-moto). O jeito vai ser a cidade mais rica do Brasil ter todo mundo andando de CG 125 ou Burgman, usada. Não gasto mais 1 centavo com nada no Brasil que não seja necessário. O resto eu compro no eBay. FODA-SE.

    • Falou tudo! Esse país é ridículo. Se vc compra uma moto fraca vc é assaltado pq as peças dela servem para os motoboys. Já se vc compra uma moto boa pra curtir no fds vc é assaltado do msm jeito pq agora as peças delas tbm tem mercado. Ou seja, não compre porra nenhuma pq na cidade é um salve-se quem puder. Existem dois culpados: a polícia que finge que não sabe oq acontece na general ozório e os FILHOS DA PUTA que compram peça roubada.

  • Dia 18/Dez/2011 as 13h da tarde eu presenciei um assalto a motociclista em plena Marginal Pinheiros (altura do Jóquei Club), os ladrões (em 3 motos) simplismente pararam o cara da “Yamaha XJN 600” na 2a. faixa e levaram a moto, todas as faixas pararam em seguida, um dos bandidos ainda ficou prá traz segurando por uns 30 segundos a via para os comparsas fugirem, e com arma em punho! O mais incrível é que debaixo do viaduto seguinte haviam 3 motos da ROCAM. A policia até está presente mas não dá pra estar em todos os lugares.

    • Fiquei sabendo desse assalto na época!!! Eu vivia super preocupado. Mas a verdade é a seguinte: Vá na General Osório qualquer dia da semana ou final de semana e diga que precisa de uma peça qualquer de moto esportiva de alta cilindrada “usada”. Eles tem todas, TODAS. Agora me diz uma coisa, nós sabemos disso, certo? E a polícia? Será que não sabe? Aquilo é a consagração oficial da regularização do desmanche de moto em SP. Tá tudo liberado.  VERGONHA!

  • Desculpe , más não seria a hora de ter uma base da ROCAM nessas vias ??????

    Pessoal do comando das policias , já foram até um local chamado GENERAL OZORIO !!!!!!!

  • o geito vai se vira malandro memo… no brazil só o bandido, ladrão, assaltante, estrupador, assassino e prinsipaumente o corrupito têm ves. (ironia pessoal…)

Deixe um Comentário