Motos e Bikes

Manual de sobrevivência do motociclista

Final de ano é quando os ânimos estão em alta, o verão chega e as viagens se tornam frequentes nos fins de semana. É nessa época também que aumentam os acidentes de trânsito, inclusive os sobre duas rodas.

O Ivan, leitor aqui do blog, deixou nos comentários de um post, dicas que são um verdadeiro manual de sobrevivência para o motociclista. Mesmo algumas delas sendo extramamente simples, há muitos motociclistas que não as reispeitam.

moto-seguranca

1) Em mão dupla, ande sempre próximo ao acostamento ou calçada.
2) Ao se aproximar de um semáforo com sinal amarelo, verifique se nenhum veículo vem atrás de você em velocidade incompatível com uma parada no sinal vermelho.
3) Não trafegue em velocidades nem superiores e nem inferiores aos demais veículos.
4) Reduza a velocidade em cruzamentos, curvas e semáforos, mesmo que estes estejam verdes para você. Se for de madrugada, reduza o suficiente para ter certeza de que nenhum veículo está se aproximando.
5) Evite trafegar nos chamados corredores, estes podem ser utilizados apenas nas proximidades dos semáforos fechados e em baixa velocidade.
6) Nunca trafegue ao lado de nenhum veículo, principalmente ônibus e caminhões.
7) Use sempre capacete fechado e luvas de couro e se possível roupas apropriadas também de couro.
8) Mesmo durante o dia ligue o farol alto.
9) Não trafegue em pontos com alagamentos, pare e espere a água baixar.
10) Não se distraia ao pilotar, evite olhar para trás, use os retrovisores.
11) Lembre-se, na prática, moto nunca tem a preferência.

Compartilhe nas redes sociais:

3 Comentário(s)

  • tudo bem, li a tua pagina e amei muito, tás a escrever bem!
    Continua com o boa escrita que tens!
    Ate a vista

  • Olá Alessandro, obrigado por ter aceitado essas dicas de segurança e publicado em seu blog. Fiquei meio sem jeito para postar, haja vista que o blog é de sua propriedade e você mesmo já havia postado algumas dicas de segurança extremamente válidas. De fato, embora simples, muitos as desconhecem, ou simplesmente não as respeitam. Espero de verdade que muitos colegas motociclistas reduzam as chances de acidentes seguindo esses simples conselhos. Abraços.

Deixe um Comentário