Cerveja

Tomar cerveja engorda?

Nos últimos anos mudei um pouco fisicamente, as roupas apertaram e eu fiquei mais largo. Todos que me olham, e que me conheceram magro, falam sempre a mesma coisa: “Para de tomar cerveja, cerveja engorda…”.

Bom, depois de ouvir isso ontem pela milionésima vez decidi fazer uma busca na internet e buscar informações para poder rebater a essas provocações.

Achei uma notícia publicada pelo jornal Extra onde o médico francês Gérard Mégret, autor do livro Fausses idees et vraies questions sur votre santé (ou, em tradução livre para o português Falsas ideias e questões verdadeiras sobre a sua saúde), garante que a cerveja não engorda.

Segundo ele quem consome até dois copos de cerveja por dia, tende a beliscar menos entre as refeições, além de sentir menos necessidade de ingerir doces.

O francês em questão não é unanimidade, muito pelo contrário, existem especialistas em nutrição que não concordam com seus estudos. Segundo esses, quando ingerimos álcool (cerveja ou qualquer outra bebida), há uma baixa de glicemia que resulta em uma fome ainda maior.

Em um outro link que encontrei sobre o assunto, mas que teve como fonte de informação a mesma matéria do Extra, o blog Papo de Gordo, tem um post sobre o assunto onde o editor de lá formula a coisa de um forma simples de entender, sem rodeios:

“Álcool não engorda (ou engorda pouco) mas dá muita fome? E essa “muita fome”, quando saciada, engorda pra caramba?

Então, a matemática seria simples: bebidas atraem petiscos, logo…?”

Bingo… ou seja, o que engorda não é a cerveja e sim o que comemos enquanto apreciamos o líquido sagrado.

Dê uma olhada nos dados da tabela abaixo:

Tabela de calorias de bebidas alcoólicas

Tabela de calorias de bebidas alcoólicas

Agora, sejamos sensatos e vamos prestar atenção a esse parágrafo no Papo de Gordo:

“Um copo de 300 ml de cerveja possui, em média, 110 calorias. Associado a outras guloseimas, essa ingestão calórica pode triplicar.

Uma latinha tem em média 130 calorias, o que equivale a uma barra de cereal. Porém ela quase nunca vem sozinha, ou se toma uma só”.

Bom, a lição que tiro disso tudo é que vou continuar a degustar cerveja, só que diminuir a ingestão de petiscos. Simples assim.

Compartilhe nas redes sociais:

5 Comentário(s)

Deixe um Comentário