Cerveja

As 10 melhores cervejas do mundo

No blog Biergarten há uma lista, criada pelo Edu Passarelli (proprietário do Melograno e colunista da revista Prazeres da Mesa), com as 10 melhores cervejas segundo ele. Infelizmente desta lista, só tomei 2 cervejas, a Colorado Indica e a Guinness. =[

• Westvleteren 12 – Bélgica.
Só está à venda na abadia Saint Sixtus of Westvleteren Westvleteren Trappist. Os clientes precisam concordar em não revendê-las para terceiros. 12 garrafas custam 36 euros.

• Three Philosophers – EUA.
Cerejas frescas são usadas em sua formulação. O sabor, claro, traz cerejas ao marasquino, vinho do porto e um quê de chocolate amargo.

Strong Suffolk Vintage Ale – Inglaterra.
É a única cerveja da Inglaterra que passa por um processo de dois anos de maturação em tonéis feitos de carvalho. Importada pela Boxer.

• Ola Dubh 40 – Escócia.
É escura, densa (a tradução do nome é “óleo de motor velho”), tem sabor achocolatado, final amargo bem balanceado e teor alcoólico de 6%. Leia descrição completa aqui.

• Colorado Indica – Brasil.
Estilo India Pale Ale, esta cerveja de alta fermentação é elaborada artesanalmente com generosas quantidades de malte, lúpulo e rapadura

• Rochefort 8 – Bélgica.
A Trappistes Rochefort 8º é uma cerveja belga trapista, do estilo Belgian Dark Strong Ale, produzida pela Abadia de Notre-Dame de St. Remy. Importada pela Casa da Cerveja.

• Cuvée Van de Keizer – Bélgica.
A Gouden Carolus Cuvée van de Keizer Blauw é uma cerveja especial, fabricada apenas no dia 24 de fevereiro de cada ano, data do aniversário do imperador Charles V. De coloração vermelho rubi, quase preta. Importadora Armazén do Nono.

Lust Prestige – Brasil.
A Eisenbahn Lust Prestige também é fabricada pelo método champenoise. Depois da fermentação pelo método convencional, a cerveja segue para uma vinícola, onde passa por uma segunda fermentação dentro da garrafa

Guinness – Irlanda.
Precisa falar mais?

• Pilsner Urquell – República Tcheca.
A Pilsner Urquell é uma autêntica representante do estilo Bohemian Pilsener, com origem na cidade de Plzen, na República Checa.

Não sei se perceberam, mas da América do Sul, apenas cervejas brasileiras estão relacionadas. =D

Compartilhe nas redes sociais:

2 Comentário(s)

Deixe um Comentário