Motos e Bikes

Yamaha Neo CVT 2010

A Neo é uma moto que conta com transmissão automática do tipo CVT, rodas em liga de 16 polegadas, freio a disco dianteiro, amortecedores traseiros bi-choque, cavalete central e apoio lateral, entre outros. Ou seja, uma moto completa para os deslocamentos do dia a dia com praticidade, conforto, segurança e economia. O estilo, inspirados nos modelos esportivos da linha “R” da Yamaha, transmitem ao modelo um estilo bastante arrojado.

O modelo underbone 2010 traz grafismos totalmente novos e a mudança da cor “azul Yamaha” para um tom mais escuro. Outras pequenas mudanças, que visaram maior segurança e menores emissões, distinguem a versão 2010 dos anos anteriores.

Na dianteira, os faróis com lentes lisas em policarbonato em conjunto com os multirefletores agora receberam um tratamento na cor azul. O painel de instrumentos oferece velocímetro, hodômetro total, marcador do nível de combustível, luzes espia de indicadores de direção,farol alto e a nova luz espia do corte de combustível.

O piloto rodar totalmente sentado, e não montado, abrigado sob a proteção do escudo dianteiro que traz na sua parte traseira dois porta objetos e um gancho para sacola com capacidade para até um quilo. Sob o assento, há um compartimento com capacidade de 17 litros (com a abertura por meio da chave no contato).

O chassi, do tipo Underborne, é formado por aço tubular. Ele foi elaborado para atingir preceitos como: grande resistência, leveza e baixo centro de gravidade. Essa estrutura, combinada com as rodas, gera maior rigidez ao conjunto, assim como oferece uma melhor ciclística.

Os pneus, nas medidas de 70/90 na dianteira e 80/90 na roda traseira, são voltados ao asfalto. A moto tem freio dianteiro a disco com 220 mm de diâmetro, com pinça com pistões duplos, e tambor de 130 mm de diâmetro com sapatas auto-ajustáveis na parte traseira.

Com entreeixos de 1.280 mm, a estabilidade e a dirigibilidade da Yamaha é garantida, chegando até causar reações acima das expectativas. O resultado positivo deste item também pode ser atribuído ao ângulo de cáster de 25o e ao trail de 112 mm. Estes dois números têm como conseqüência uma fácil maneabilidade e segurança.

A suspensão dianteira é composta por um garfo telescópico com 90 mm de curso, na traseira, a Yamaha Neo CVT conta com braço oscilante composto por dois amortecedores de 75 mm de curso.

Equipada com um motor monocilíndrico de quatro tempos e 114cc, OHC (Over Head Camshaft) de arrefecimento forçado a ar, ela desenvolve 8,3 cv a 8.000 rpm e 0,80 kgf.m de torque a 7.000 rpm; conta ainda com o Sistema de Indução de Ar e catalisador. A alimentação deste propulsor é feita por um carburador Mikuni com afogador eletrônico. Os principais méritos desse propulsor estão no torque disponível a baixas e médias velocidades, que se traduz por acelerações crescentes e constantes.

A Yamaha Neo CVT 2010 está em acordo com o Programa de Controle da Poluição do Ar por Motociclos e Veículos Similares (Promot), que tem por objetivo a diminuição na emissão dos gases poluentes no meio ambiente, agora sua fase III, Promot III.

Outros equipamentos que fale ressaltar: sensor de temperatura com afogador eletrônico, acionamento do carburador por dois cabos, lâmpada de aviso do corte de combustível, um novo CDI de maior capacidade e nova configuração, amortecedores mais robustos, grafismo diferenciado.

O preço público sugerido para o público é de R$ 6.030,00 (base setembro) e um ano de garantia da Yamaha, sem limite de quilometragem, mas se chorar a moto sai com um bom desconto na concessionária. Disponível em 3 cores: preta, prata e azul.

Compartilhe nas redes sociais:

2 Comentário(s)

Deixe um Comentário