Cerveja

Brasileiro consumiu mais cerveja neste verão do que verão passado

Apesar da crise econômica, o consumo de cervejas neste verão aumentou com relação ao verão anterior. O brasileiro consumiu 43,6 milhões de litros a mais do que no verão passado, de acordo com dados Nielsen.

No acumulado de outubro de 2008 a fevereiro de 2009, o consumidor aumentou as compras da bebida nos supermercados, que responderam por 34% das vendas da categoria. Essa fatia era de 32,6% no verão anterior.

No entanto, o volume nos bares foi reduzido: este canal, que sempre liderou o consumo da bebida, chegando a representar 50% há cinco anos, teve participação de 45,4% das vendas no último verão.

A migração do local de consumo foi ditada pelo bolso. Diferentemente dos bares e restaurantes – que neste ano repassaram ao consumidor final aumento médio de 10% no preço da cerveja (no chope, a remarcação atingiu 30%), os supermercados procuraram absorver parte do reajuste médio no preço da bebida, da ordem de 7%, lançando mão de promoções para o produto, que serve de chamariz para outros itens.

Trata-se de uma escolha mais fácil para as redes de varejo, uma vez que as cervejas representam cerca de 7% da receita das lojas, segundo a Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Em compensação, entre 30% e 40% da venda dos bares e restaurantes está concentrada na cerveja e no chope, de acordo com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel).

Compartilhe nas redes sociais:

Deixe um Comentário