Motos e Bikes

Yamaha XVS 950 Midnight Star

Yamaha XVS 950 Midnight Star, uma custom com muita personalidade.

xvs-950-midnight-star-preta-1

Essa é a nova Yamaha XVS 950 Midnight Star. Foi criada com a missão de renovar a linha de motos custom abaixo de 1000 cilindradas. No modelo, os engenheiros tiveram a preocupação em criar linhas suaves e clássicas, para não destoar com o bom e velho estilo custom. A moto já estará disponível a partir do mês que vem ao mercado europeu.

Piscas com capa transparente, rodas de liga-leve em tons prata e preto e cromados em várias partes da moto compõem o visual da nova Midnight Star. Outro detalhe importante nessa custom é a transmissão final feita por correia dentada. O que significa mais conforto e tranqüilidade ao piloto por exigir mínima manutenção em comparação ao sistema por corrente.

xvs-950-midnight-star-preta-2

Seguindo a tradição custom, a Yamaha adotou um propulsor de dois cilindros em “V” a 60 graus, porém com pistões forjados, tecnologia já utilizada em modelos mais esportivos da marca.

Com 942 cilindradas, o motor da XVS 950 conta com alimentação por injeção eletrônica e arrefecimento a ar. O propulsor gera 54 cv de potência a 6.000 rpm e torque de 7,84 kgf.m, já disponível a 3.000 rpm.

Para comparar a força desse motor Yamaha, a Suzuki Boulevard M800 gera 7,03 kgf.m de torque a 4.000 rpm, quase um quilo de torque a menos e em uma faixa de giros superior.

xvs-950-midnight-star-preta-3

Vale lembrar que em motos custom não são almejados os números absolutos de potência e cilindrada, como nas esportivas. Mas sim por seu estilo “Easy Rider” e conforto.

Na saída de escape, uma bela e única ponteira cromada saindo pela lateral direita da moto, que conta com catalisador para se ajustar às normas de emissão de poluentes (Euro 3).

xvs-950-midnight-star-preta-4

A nova custom da Yamaha tem quadro de berço duplo, que conseguiu um bom equilíbrio entre agilidade e facilidade para manobras. Para os pilotos de baixa estatura o assento da Midnight Star está a apenas 675 milímetros do chão.

No conjunto de suspensões a receita é simples: garfo telescópico na dianteira (135 mm de curso) e monoamortecimento na traseira (110 mm de curso).

xvs-950-midnight-star-vermelha-2

xvs-950-midnight-star-vermelha-1

Seguindo o estilo “low and long” (baixa e longa, em português), a Midnight Star tem uma distância entre-eixos de 1,685 milímetros, o que permite uma posição de pilotagem bem relaxada, com os pés e mãos posicionadas à frente, sem exageros.

Para aumentar o conforto, o piloto apóia seus pés em generosas plataformas e conta com um pedal próximo do calcanhar esquerdo para auxiliar nas mudanças de marcha. A estradeira da Yamaha está calçada com largos pneus 130/90 – 18 na, roda dianteira, e 170/80 – 16, na traseira.

xvs-950-midnight-star-vermelha-4

xvs-950-midnight-star-vermelha-3

O painel analógico conta com uma pequena tela de LCD que fica sobre o tanque de combustível e traz informações básicas: velocímetro e luzes espia. O LCD pode ter a regulagem de brilho da tela por intermédio de um comando instalado no punho esquerdo, facilitando a leitura em dias de sol.

A ignição da XVS 950 fica logo a frente do guidão, em vez de estar na lateral da coluna de direção ou ao lado do motor, como em outros modelos custom.

As opções de cores são 3: preta, vermelha e azul.

xvs-950-midnight-star-azul-4

xvs-950-midnight-star-azul-3

xvs-950-midnight-star-azul-2

xvs-950-midnight-star-azul-1

Compartilhe nas redes sociais:

15 Comentário(s)

  • Nuoooosssa,

    Rápida, tecnologia de ponta, confortável, feita no Brasil e ainda por cima é LINDA.
    Parabéns Yamaha, mais uma pra lista de sonhos de consumo…

  • voceis da yamaha são muito encraçados,ou destraidos no mundo todo motos pequenas carenadas são um sucesso aqui pra o brasil só vem moto desatualizada e depois que a honda lança por ex voceis vão esperar lotar de 300cc pra depois lançar alguma coisa similar pra o consumidor porra mete uma moto naked e carenada como estão fazendo com fz600 com cils de 350 a 400 com a esportividade compativel ao modelo comecem a acreditar no consumidor brasileiro no meu caso estou situado em mogi das cruzes região do alto tiete voce vai financiar uma moto de =/- 24mil que era o preço da mt 01 e drag star voce cai de costa com a taxa do banco que a revenda te oferece, dai tudo bem vce procura outro banco pra financiar,(vce procura),enquanto a concorrente principal te da opção de varios bancos, melhores taxas, ate pelo mesmo banco que acho o mais repugnante,o famoso retorno e ainda a opção de consorcio,tudo no mesmo lugar gastando somente alguns minutos a mais pelo tratamento que temos da marca yamaha até que tem muita moto na rua,claro que não comparando com a concorrente,agora pra surpresa de quem ta lendo,eu tenho uma fazer 250 antes de obtela fui a revenda de minha cidade pra comprala voltei indignado,porem um amigo me ofereceu uma cota de consorcio no terceiro mes peguei a moto,alias,boa moto,agora podermos ver motos lindas assim como essa 350 e mesmo sabendo que é só materia de blog o que falta pra montadora apostar numa 4cils pequena com aquele ronco maravilhoso o negocio é ficar esperando mesmo bom gente desculpe o desabafo e nem por isso deixarei de curtir moto

  • gostaria de saber o preço da yamaha 0k xvs950 midnight star, e se tem novo lançamento da categoria

  • A moto me balançou, eu que queria “abandonar” o estilo custom …. estava partindo para uma Vstrom, li que nas concessionárias de sp ela é encontrada por menos de 30 mil, verdade?

  • Tenho uma a 5 meses. Sou apaixonado por ela. Para pilotar a máquina tem que gostar do estilo. Ela é muito grande, sem agilidade, dificil nas curvas, exigindo que o piloto diminua a velocidade. Mas o vento na cara, pernas para frente e braços abertos não tem preço.

    • Olá, estou comprando uma MID mas nunca nem vi uma pessoalmente, só pela internet (fotos e vídeos). Já estou com uma carta de crédito e com uma moto reservada na loja. Mas, como nunca vi ao vivo essa máquina, tenho algumas dúvidas: 1) tenho 1,87m de altura e, como a moto é baixinha, tenho receio de ficar mal acomodado, com os joelhos muito acima do tanque, etc. 2) qual o tamanho (em cm) das plataformas dos pés, sobretudo da esqueda, limitada pelo câmbio? 3) E o consumo (estrada e cidade)? Grato pelas informações. (Ricardo Aragão)

  • Eu era adepto das nakeds, mas depois que rodei com uma de um amigo, mudei meu estilo, adquiri uma modelo 2011, exelente moto, além de muito bonita.

  •  sempre desejei ter essa ai linda  acabei comprando uma drag star 2004 maneira linda mas quero comprar uma midnight agora devalorizaram a drag star como sempre nao faz sentido porra  fazem motos maneiras e param de fabricar e o comprador e que vai se ferrar  agora quero comprar uma mid e so me pagam na troca 12  porra que merda e essa

  • Tenho uma XT 660R Azul 2007/2008 com MOTARD, Escapamentos COYOTES e outros acessorios, mas quando vi a MIDNIGHT 2011 que  meu amigo comprou fiquei maluco para trocar. Ela saiu muito linda, pruincipalmente a vermelha. Se alguém souber de um interessado (machadocuecaoo@yahoo.com.br)

  • Já  tive uma shadow 750 não gostei muito , mas estou namorando esta yamara 950 no momento oportuno irei  comprar uma

  • a shadow 750 2011/2012 é excelente e não perde tanto valor quanto a midnight, dragstar, m800, outras. por isso prefiro a shadow.

  • namorei uma dessa durante um ano na internet no dia 20 10 2012 comprei a moto dos meus sonhos essa 950 e uma exelente moto peguei a estrada e acelerei ai endoidei o cabeçaoooo hahahahah

  • Tenho a minha desde 2011, vermelha e até hoje só fiz as trocas regulares como: óleo, pneus apenas 1 troca completa, filtros e adivinhem a quilometragem: Exatos 100 000 (isso mesmo cem mil) a correia ainda é a mesma e tudo mais original.

Deixe um Comentário