Motos e Bikes

FZ6 N E FZ6 S 2009 | Lançamentos Yamaha Made in Brasil

yamaha-fazer600

As motocicletas Yamaha FZ6 N (NHG) e FZ6 S (SHG) reúnem as principais virtudes desejáveis em modelos desse segmento como um propulsor compacto, um chassi moderno e um design arrojado, com visual herdado dos modelos esportivos da linha “R” da Yamaha.

A FZ6 N foi desenvolvida para aqueles motociclistas que cultivam a essência de uma motocicleta naked, essa versão se diferencia da sua irmã pela ausência de uma semi-carenagem e um farol faceta tipo diamante, enquanto a FZ6 S se distingue pela adoção de um anteparo frontal que é responsável pela redução da força do vento sobre o piloto, proporcionando maior conforto em viagens por períodos mais longos, além da adoção de dois faróis, também inspirados na linha “R”. Em ambas, os faróis levam lâmpadas de 60/50 Watts e têm lentes em policarbonato.

yamaha-fazer600-motor

O projeto dos modelos demonstra a preocupação dos engenheiros da Yamaha em unir a estética à funcionalidade, prova disso está no desenho de um painel desenvolvido para reduzir a turbulência e ruído do vento, um tanque de combustível exclusivo projetado em CAD com capacidade de 19,4 litros, assento da garupa com alças laterais e pedaleiras mais elevadas em alumínio e compartimento sob o banco para acomodar as ferramentas e trava de roda.

O motor quatro tempos de 600 cc, arrefecido a líquido, é o mesmo utilizado na superesportiva Yamaha YZF-R6 – com cerca de 35% da potência reduzida, para adequação a proposta do modelo, que utiliza um propulsor quatro cilindros em linha e comando no cabeçote do tipo DOHC com 16 válvulas, que desenvolve 98 cv de potência a 12.000 rpm com um torque de 6,44 kgf.m a 10.000 rpm.

A alimentação desse propulsor é feita pelo eficiente Sistema Yamaha de Injeção Eletrônica onde os injetores com quatro orifícios e de duas direções cada são comandadas por meio de uma ECU (Unidade de Controle Eletrônico) de 32 bit.

O escapamento é do tipo quatro em dois com um desenho que remete aos escapes da família “R”, apresentando uma excelente distribuição de peso ao longo da motocicleta, terminando com suas duas ponteiras sob o assento da garupa.

yamaha-fazer600-escape

A transmissão de seis velocidades tem acionamento triangular, ela aumenta a precisão nas trocas de marchas, além de permitir engates rápidos.

Em relação ao chassi Deltabox – exclusiva tecnologia Yamaha, as FZ6 esbanjam know-how com a exclusiva Die-Cast Technology. Um processo pelo qual o alumínio é injetado sob pressão em um molde, eliminando 30% do ar encontrado na liga ficando mais resistente, flexível e leve, além de não utilizar soldas e nem as estruturas transversais encontradas em outros tipos de chassi. Nele o motor é fixado na parte superior entre o cilindro e cabeçote, enquanto a balança traseira é fixada na parte inferior traseira, com isso o motor fica praticamente “pendurado” no chassi criando um design limpo e proporcionando uma grande resistência à torção.

Outro item que utiliza o die-cast é a balança traseira, que trabalha em conjunto com um mono amortecedor de 130 mm de curso e sete regulagens na pré-carga da mola, assim como a suspensão dianteira que leva barras de 43 mm de diâmetro e 130 mm de curso. As rodas em liga leve com cinco raios são calçadas com pneus 120/70 R17 na dianteira e 180/55 R17 na traseira.

yamaha-fazer600-disco

A menor distância percorrida em frenagens é garantida com o conjunto de freios formado por dois discos flutuantes perfurados de 298 mm de diâmetro na dianteira, equipados com duas pinças duplas em monobloco. Mais, compacto, leve e rígido, o monobloco torna a frenagem mais progressiva, além de diminuir a fadiga dos freios. Na roda traseira a FZ6 leva um freio a disco perfurado de 245 mm.

Todas as informações do conjunto estão presentes no painel semelhante ao da irmã maior, Yamaha FZ1. Ao lado esquerdo um painel em cristal liquido windscreen de em duas cores com informações do velocímetro, hodômetro total e dois parciais, medidor de combustível, relógio, temperatura do ar de admissão e do liquido de arrefecimento. Já ao lado direito um instrumento analógico com ponteiro de rotação (contagiros) e luzes espias completam as informações; luzes indicadoras de combustível reserva, status do motor, ponto morto (neutro), luz alta e a ativação do sistema de imobilização.

yamaha-fazer600-painel

O sistema de imobilização é um dos atrativos, e garante que ao tirar a chave da ignição, o sistema entra em ação bloqueando a partida que só é desativado quando a chave original é novamente introduzida, não reconhecendo cópias, outras chaves ou ligação direta da partida.

O modelo FZ6 N 2009, Made in Brazil, é semelhante a FZ6 S2 comercializada na Europa, enquanto a FZ6 S 2009 é como a FZ6 Fazer S2 negociadas atualmente na Europa, e que em relação as FZ6 e FZ6 Fazer passaram por modificações e melhorias que lhes conferiram caráter mais esportivo em 2007.

As Yamaha FZ6 N e S estão de acordo com a licença para uso da configuração de Ciclomotores, Motocicletas e Similares (LCM), certificação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), por meio do Programa de Controle da Poluição do Ar por Motociclos e Veículos Similares (PROMOT) agora em sua terceira fase (Promot3) que passa a vigorar em janeiro de 2009.

A FZ6 N está disponível em duas cores; preta ou prata, enquanto a FZ6 S é comercializada somente na cor azul.

Ambos os modelos têm um ano de garantia sem limite de quilometragem. O preço público sugerido, posto Manaus, Amazonas, sem frete e seguro, com óleo incluso é de R$ 33.800,00, para a FZ6 S, e de R$ 32.000,00, para a FZ6 N.

yamaha-fazer600-teste

Compartilhe nas redes sociais:

8 Comentário(s)

  • SE FIZERAM UMA MINI FAZER 125 FACTOR PORQUE NAO UMA FAZER250 2009 SEMELHANTES A FZ6N E TAMBEM NA VERSAO (S).E SE NAO SERIA QUERER MUITO (FLEX).

  • concordo plenamente com o J AMS !! ai fikaria show a fazer !! ai naum ia ter pra twister nem nova twister hehehehe !! q o pessoal da YAMAHA nos escute !!

  • Realmente se a Yamaha entrar com uma moto aqui no Brasil com essas características que os manos escreverão ai encima ñ vai ter pra ninguém, já era aquele ditado moto é Honda!

  • quando lançarão a fazer 250 comprei uma e não me arrependi ja rodei 100 mil km eo motor esta em perfeito estado, obrigado a todos da yamaha por tornar o mercado mais competitivo e por mostrarem aos concorentes que vocês fazem motos de verdade e quando chega ao mercado arrebenta a boca do balão.

  • Tenho uma Fazer 600 S, sou fã nº 1 da Yamaha, acho impressionante como faz curvas esta moto, e em viagens longas não se sente o cansaso, muito boa mesmo.

  •  A YAMAHA ESTÁ DE PARABÉNS MESMOO , AQUI NO BRASIL A GENTE VE A HONDA EM 1 LUGAR POR CAUZA DE CG HORNET , MAISS NOS OUTROS PAISSES COMO EUROPA QUEM MANDA É YAMAHAAAAAAAAAAA , UMA PENAAA QUE VÁRIAS MOTOS DA YAMAHA QUE EXISTE NOS OUTROS PAISES NÃO FABRIQUEM NO BRASIL LAMENTAVELL !!! PARABÉNS PRA YAMAHAA . 

Deixe um Comentário