Patrocínio/Parceria

Olímpiadas de Pequim “protege” patrocinadores

O comitê organizador dos Jogos Olímpicos de Pequim (Bocog) anunciou uma série de medidas para proteger os seus 60 patrocinadores oficiais de possíveis “incômodos” causados por marcas que não investem no evento.

Entre as ações que serão tomadas pela organização está a proibição da entrada de grupos de espectadores nos locais de competição vestindo marcas “rivais”. Além disso, o consumo de bebidas será restrito. Não será permitido entrar nos estádios com produtos que não sejam da Coca-Cola.

Atletas e os técnicos também viraram alvo do comitê organizador. Ambos não poderão disponibilizar suas imagens para marketing sem antes pedirem autorização para as autoridades olímpicas. Por último, a partir do dia 11 de julho, os outdoors espalhados em locais privilegiados terão prioridade dada aos patrocinadores oficiais dos Jogos.

Compartilhe nas redes sociais:

1 Comentário

  • Quer dizer que eu for com uma camisa estampada com a marca da Pepsi no peito, vou ser barrado?

    Na China a democracia não reina mesmo e ainda querem fazer ser o exemplo nessa Olímpiadas.

    Piada pura.

Deixe um Comentário