Motos e Bikes

Rossi diz que MotoGP ficou chato por eletrônica

O piloto Valentino Rossi, da Yamaha, disparou contra o avanço da participação da eletrônica na MotoGP.

Perguntado sobre o assunto pelo jornal La Gazzeta dello Sport, Rossi não poupou críticas:
“(A tecnologia) é um evento sobre o qual não se fala e que se verifica, e que inclusive pode transformar o aspecto mais espetacular do Mundial de motos em uma coisa chata, talvez como o de Fórmula 1”, afirmou o italiano.

Um dos motivos das críticas se deve ao trabalho com os pneus, cujos estados de degradação vêm sendo cada vez mais decisivos na definição das provas da categoria.

“As ajudas da eletrônica, que estão sempre com mais forçam provocaram um grande nivelamento, sobretudo na administração da queda de rendimento dos pneus”, disse Rossi, o qual acrescentou que isso tem tornado chata a competição.

“Assim, os computadores de bordo transformaram a segunda parte de todos os grandes prêmios em uma chatice”, completou, antes de concluir com a experiência de quem já ganhou cinco títulos da MotoGP. “Consolemos-nos com o espetáculo das cinco primeiras voltas”.

Compartilhe nas redes sociais:

Deixe um Comentário