Motos e Bikes

Schumacher atua como “piloto de testes” em corridas de motos

No último dia 3 de abril, quatro dias após realizar a sua estréia oficial sobre duas rodas em uma corrida na KTM em San Marino, o alemão Michael Schumacher voltou a correr sobre uma moto. Desta vez, o heptacampeão da Fórmula 1 participou de treinos em Mugello, na Itália, a bordo da Ducati, substituindo o piloto de testes Vittoriano Guareschi.

Schumacher “ganhou” a vaga na Ducati por causa de um acidente sofrido por Guareschi no início desta semana. Ainda com dores por causa de uma queda, o italiano apenas viu o alemão realizar 42 voltas em Mugello e obter como melhor tempo um 1min58 cravado.

Chamado em cima da hora para comparecer a Mugello e completar algumas voltas pela Ducati, Schumacher voltou a deixar claro que as aparições em competições de moto não significam um retorno às pistas.

“Foi uma boa surpresa quando fui convidado vir a Mugello para correr e, apesar das condições climáticas ruins, foi muito divertido correr com uma Ducati. Mas é bom deixar bem claro que não tenho intenção alguma de ingressar em competições oficiais na categoria”, comentou.

No domingo, na KTM, Schumacher havia terminado a corrida em Misano a bordo da Super Duke 990 cilindradas a 5s do campeão da prova. O ex-ferrarista, em compensação, teve a sua melhor volta na prova a apenas 0,1s do tempo mais rápido cravado na prova.

Compartilhe nas redes sociais:

Deixe um Comentário