Motos e Bikes

Yamaha V-Max 1800


Há 23 anos, a Yamaha V-Max 1200#v-max deixava de ser uma moto conceito para ser produzida em série. Com um motor V4 e 145 cv de potência, fazia de 0 a 100 km/h em apenas 3 segundos, desempenho que rendeu admiradores em todo o mundo. Entretanto, não foi só o ronco singular e a potência do V4 que levaram a moto ao sucesso: o design, mistura de clássica com moderna e estradeira, adotava entradas de ar sob o falso tanque e acessórios cromados, que conferiam a ela um estilo próprio. A V-Max se tornou uma exclusividade em 23 anos de pouquíssimas alterações.

Seguindo o mesmo caminho da antecessora, a V-Max 1800 também foi apresentada inicialmente como uma moto-conceito e, após agradar o público em exposições e pesquisas, finalmente será produzida em série, tomando assim o lugar da antiga versão 1200. O motor terá a mesma concepção, um V4 de 1800 cc ainda sem ficha técnica divulgada, entretanto, é estimada uma potência próxima dos 200 cv, será praticamente uma drag bike.


As características que consagraram o modelo também estão presentes na nova versão: permanecem o duplo escape largo e curto e as entradas de ar sob o falso tanque. As suspensões, dianteira telescópica e traseira bichoque, são semelhantes às da antiga V-Max, porém, agora com mais potência e provavelmente peso terão o árduo trabalho de manter a máquina grudada no chão. Para frear toda essa usina de força os freios foram emprestados da superesportiva R1, com pinças radiais de seis pistões na dianteira.

No mercado americano a nova versão receberá uma grande modificação. O nome será Star V-Max, provavelmente para dar mais força à linha existente, a Custom Star. Nos outros mercados o nome permanecerá o mesmo.

A V-Max é uma moto que nasceu para rodar em linha reta. Muitos pilotos já salientaram a dificuldade para fazer curvas e a limitação de frenagem, no entanto, nenhuma dessas peculiaridades tirou o brilho do modelo que sobreviveu durante tanto tempo e com o lançamento da nova V-Max 1800 deverá brilhar ainda mais.


Compartilhe nas redes sociais:

Incluir comentário

Deixe um Comentário