Motos e Bikes

Multicombustível em motos | É o álcool de volta

A Delphi brasileira, do grupo GM, desenvolveu um kit de tecnologia multicombustível para motos. Para as motos, a taxa de compressão dos motores precisou ser elevada; criou-se uma bomba de combustível#bomba combustível elétrica miniatura e preparada para trabalhar com álcool, mais corrosivo que a gasolina; foi adotada um sensor de oxigênio para reconhecer a proporção da mistura álcool/gasolina em uso; a central de gerenciamento do motor (presente nos motores com injeção apenas) recebeu novo software; e os bicos de injeção têm maior vazão. Como o álcool é mais corrosivo, a linha de combustível foi alterada.

A operação é simples: sensores de ar e combustível identificam qual combustível ou mistura está sendo queimada e informam à central. Ela processa essas informações e altera funções vitais do motor, como avanço de ignição, intensidade da faísca da vela e quantidade de combustível injetado.

As vantagens: com álcool, as motos poluem menos e o combustível sai mais barato.

Compartilhe nas redes sociais:

Deixe um Comentário