Comerciais de TV Produtos

Kasinski Comet GT-R 250 | Your way to experience

O mercado de motos anda agitado e com um crescimento fora do normal. Além das marcas tradicionais hoje vemos várias outras que estão tentando encontrar seu espaço. Uma delas é a Kasinski que tem se tornou pioneira e lançou motos únicas em determinados segmentos do mercado.

Como exemplo, cito a moto apresentada neste ano no Salão Duas Rodas, a primeira moto carenada de 250 cc (leia-se de baixa cilindrada para o segmento). Uma esportiva que engana quem a vê. Eu mesmo pensei que fosse uma 600cc quando a vi exposta no Salão. Design radical, carenagem integral, guidão esportivo, painel digital e motor bi-cilíndrico em V são algumas das características da Comet GT-R 250.

A Kasinski monta motos em território nacional, porém, os projetos e a tecnologia, são feitos pela Hyosung, fábrica coreana que comercializa seus produtos em todo o mundo. Inclusive o motor das motos da Kasinski são ricos em tecnologia e é resultado de um acordo entre a Hyosung e a japonesa Suzuki.

Como sou um dos futuros felizes compradores do modelo que amargam a fila de espera, comecei a procurar por informações da moto fora do Brasil pois, como ela só chega nas concessionárias da marca em janeiro de 2008, não há testes ainda feitos pela mídia especializada. Nesta busca de informações encontrei um comercial de TV criado para divulgar a marca e a moto. Assistindo ao vídeo acho que o pessoal da Kasinski erra feio em não investir pesado em BOA propaganda. Para muitos, as motos vendidas pela marca são ruins. Acreditam que sejam feitas em escala numerosa numa fabriqueta chinesa e distribuída mundo afora deixando seus compradores na mão na hora de assistência e peça de reposição. Quem gosta de motos e acompanha o mercado sabe que não é assim. A Hyosung está entre as 5 maiores fabricantes de motos e motores do mundo e é muito conceituada lá fora (principalemnte na Europa). Soma-se a isso o fato da Kasinski estar se firmando no mercado nacional e ampliando de forma numerosa sua rede de concessionários em todo o Brasil.

Abaixo o comercial de TV da Hyosung que dá ênfase à Comet GT-R:

Quem quiser conhecer melhor a moto pode visitar o site da marca. Inclusive a história da marca é muito interessante: em 1997, Abraham Kasinsky, vendeu a Cofap e dois anos depois inaugurou a Kasinski Fabricadora de Veículos com um detalhe: tudo isso depois dos 80 anos.

Compartilhe nas redes sociais:

Incluir comentário

  • […] aletp.com placed an interesting blog post on The PermalinkHere’s a brief overview […]

  • parabéns pra vc nessa data querida mtas felicidades mtus anos de vida
    motinho motinho
    dança da motinha dança da motinha , o leozinho perde a linha..
    parabens pala MOTOOOO

  • gostei muito da moto, mas apos o comercial no auto esporte, não consegui encontra o site ? estaria fora do ar , ou seria uma empresa despreparada que não consegue fazer um grande lançamento.

  • pow essa moto é muito foda só q preço ainda tah meio salgado,pos as motos da kasinski na minha opinião naum tem motores muito confiáveis,digo isso por causa da 125 quando veio ao brasil,mais pode ser q essa gt seje melhor,vou esperar mais um pouco.
    enquanto isso divirtão-se quem for o felizardo q a comprar,e pow se apresentar algum problema por favor divulgue…

  • essa moto e show comprei uma e o motor da de cambão na twister.a moto è uma bala de boa/ narliano.rio grande do norte.brasil

  • “”DEFEITOS””. Eu tinha uma comet gtr 250 comprei em Novembro de 2008 a moto é linda Vermelha, mas encontrei algumas dificuldades mediante a problemas e defeitos com a comet GTR 250 elétricos não solucionados pelas autorizadas aqui de Juís de fora-MG. Fiquei 3 meses esparando importação de peças com a moto parada, nunca vi autorizadas não ter peça de reposição. Me aborreci demais e alem disso várias concessionérias fecharam as portas da Kasinsk. Segundo vi em um site nos EUA os chicotes elétricos são de mal qualidade e posteriormente da os problemas elétricos queimando algumas peças elétricas. Aqui na minha cidade 4 motos tiverão o mesmo problema incluido a minha. Uma das peças custava 1.500,00 mas sendo que a minha estava na garantia e eles alegarão que não cobria a reposição, fui ao PROCON e depois de 20 dias o mesmo encaminhou uma carta pedindo a reposição a concessionária. E se fosse a mesma peça de uma moto da honda 250 Cilindradas seria o valor de 250,00R$. fora que fiquei 3 meses de espara me estressando. Anunciei a moto muitas vezes por 9.500,00 e não consegui vender, Fui em uma concessionária Honda e dei como parte de pagamento em uma moto NX Falcon,estou adorando a moto valente e estável. Eu acho e muitas pessoas acham a moto linda comet gtr 250 mais a comercialização dela é muito ruin, as marchas curtas a falta de peças de reposição e a desvalorização de mercado. Agora quem sabe a 2009/2010 com injeção não venha mais com estes problemas e as concessionárias da Kasinsk tratem os consumidores “Clientes”com mais respeito e atenção.

    Att. Livia
    Juíz de Fora- MG

Deixe um Comentário