Pesquisa

Pesquisa | Classes A e B ficaram mais ricas no Brasil

A renda média das famílias das classes A e B, que recebem acima de dez salários mínimos por mês (R$ 3,8 mil), cresceu 7,3% em 2007, se comparado com 2006.

O resultado superou a taxa de crescimento da média da população, que foi de 5%, e das classes mais pobres, C e D/E, que registraram acréscimos de 4% e 2%, respectivamente.

Os dados foram apurados por estudo do instituto de pesquisa LatinPanel, que visita 8,2 mil domicílios semanalmente, em todo Brasil.

O estudo mostra ainda que as classes A e B ampliaram em 26% os gastos com a compra de veículos à vista, em 2007. Nas despesas gerais, os gastos dos mais ricos cresceram 5% e superaram a média da população (4%).

Os gastos das classes C e D/E cresceram abaixo da média geral, com variação de 2% e 3%, respectivamente. O desembolso dessas camadas de renda menor está mais direcionado para produtos que proporcionam melhor qualidade de vida e praticidade, como iogurtes, molhos e materiais de construção para reformas.

Fonte: CCSP

Compartilhe nas redes sociais:

Deixe um Comentário