Marcas e Mascotes

Camel | História da Marca

Em 1913, surgiu nos jornais dos Estados Unidos uma manchete que faria famosa a marca CAMEL: “Os Camelos Estão Chegando”. A R.J. Reynolds, aproveitando o êxito e o sabor do tabaco para cachimbos “Prince Albert”, lançou no mercado os cigarros CAMEL, custando 10 cents o maço, que no ano seguinte venderiam 425 milhões de unidades.

A figura do animal, chamado “OLD JOE”, e que pertencia ao circo Barnum & Bailey foi usada para divulgar o produto. Por ser um nome de fácil pronúncia, e de fonética semelhante em vários idiomas – camelo (português), cammello (italiano), camel (inglês), kameel (alemão), a fábrica lançou ao mercado sem alterar o primeiro projeto, com o desenho de um dromedário que pouco mudou com o tempo. Segundo uma outra história, a foto do camelo foi retirada da enciclopédia Britânica.

Em 1921 a empresa introduziu a famosa campanha publicitária com o slogan “I’d walk a mile for a Camel”. Em 1923, CAMEL tinha conquistado 45% do mercado americano de cigarros. Depois de pesados investimentos em propaganda no ano de 1934, a marca se tornaria líder de mercado no ano seguinte. No começo da década de 50, a marca resolveu apostar em uma novidade, os cigarros com filtros. Em 1974 foi criado o famoso personagem Joe Camel, pelo artista inglês Nicholas Price, para uma campanha de publicidade francesa. No ano de 1987 o personagem estreou nos Estados Unidos para comemorar 75 anos de existência da marca. Quatros anos depois, uma pesquisa apontou que o personagem era reconhecido por 91% das crianças que tinham seis anos, percentual similar ao do Mickey Mouse. Em 1996, a empresa testa o CAMEL Menthol no mercado.

Fonte: Mundo das Marcas

Compartilhe nas redes sociais:

Incluir comentário

  • adoro a camel !!!!!!só fumo camel porem antes fumava marlboro e luckies
    mas camel é a melhor marca!!!!!!!!!!!!

Deixe um Comentário