Marcas e Mascotes

Duracell | História da Marca

A história das [BP]pilhas Duracell[/BP] começou por volta de 1920 com um cientista de nome Samuel Ruben e um fabricante de filamento de Tungstênio chamado Philip Rogers Mallory. Ruben veio até a empresa P.R. Mallory procurando parte de um equipamento que necessitava para realizar uma experiência. Porém Ruben e Mallory vislumbraram uma oportunidade: unindo a genialidade de um com a capacidade manufatureira do outro, formaram uma parceria que duraria até 1975, sendo fundamental para o surgimento da Duracell. As invenções de Samuel Ruben revolucionaram a tecnologia das baterias. Na Segunda Guerra Mundial, por exemplo, projetou e desenvolveu a pilha de mercúrio, que possuía mais capacidade em menos espaço e foi bastante durável para os climas ásperos do Norte da África e o Pacífico sul — lugares onde as baterias de carbono de zinco usadas nas [BP]lanternas[/BP] elétricas, nos detectores da mina, e nos [BP]walkie-talkie[/BP]s não poderiam ser carregadas. P.R. Mallory manufaturou milhões de pilhas de mercúrio para o uso na guerra. Em 1944 foi formada a Mallory Battery Company. Nos anos 50, Samuel Ruben foi responsável pela melhoria das baterias alcalinas de manganês, fazendo-as mais compactas e duráveis por muito mais tempo. Ao mesmo tempo, Eastman [BP]Kodak[/BP] introduziu [BP]câmeras[/BP] com uma unidade de flash interno que requeria mais poder do que as pilhas de carbono de zinco poderiam fornecer. As câmeras necessitavam de pilhas alcalinas de manganês em tamanho novo, o chamado AAA. Em 1962, Mallory as confeccionou e licenciou-as também, pois a empresa não tinha tecnologia, nesse tempo, para distribui-las ao consumidor.

A demanda fotográfica para pilhas alcalinas era elevada — e Duracell foi introduzido em 1964. O nome era formado pelas palavras inglesas durability (durabilidade) e cell (pilha elétrica). Logo, o mercado consumidor para baterias Duracell cresceu rapidamente e o fornecimento teve que ser racionado nos anos 70, enquanto a capacidade de produção era aumentada. Em 1980 a empresa passou a se chamar Duracell International Company. No ano de 1990, a empresa introduz no mercado o “Copper Top Tester” em suas embalagens, para ajudar o consumidor a determinar quando suas baterias precisariam ser substituídas. Em 1996, a empresa foi comprada pela Gillette Company.

O Coelho da Discórdia
A imagem do coelho das pilhas de longa duração está dividida entre as marcas Duracell e Energizer. Uma disputa que obrigou as empresas a uma separação de mercados: nos Estados Unidos o coelho é usado pela Energizer, que foi a primeira a utilizar sua imagem no país. No mercado Europeu, ocorreu o inverso, sendo a imagem da mascote atribuída a Duracell. Em tempo: o coelho da Energizer foi introduzido ao mercado em 1989, enquanto o da Duracell já estrelava comercias europeus desde 1974.

Curiosidades
• Hoje, Duracell é o principal produtor mundial de [BP]baterias alcalinas[/BP] de alta performance.
• A tradição de inovação que começou com Ruben e Mallory é ainda evidente nas novas baterias tais como Duracell Ultra introduzidas no mercado em 1998 e a [BP]Duracell Ultra[/BP] com tecnologia M3 introduzidas em 2000.

Fonte: Mundo das Marcas

Compartilhe nas redes sociais:

Deixe um Comentário