Notícias do Mercado

H2OH! – Sucesso provoca “guerra” entre concorrentes.

Os supermercados de São Paulo serão obrigados pelo Procon a vender todas as águas com sabor, fibras ou vitaminas em gôndolas separadas das de água mineral. A entidade de defesa do consumidor tenta evitar a confusão que pode causar nos clientes. O sucesso da nova bebida da Pespsi, o H2OH!, tem causado uma guerra entre os fabricantes de água e os de refrigerante.

A bebida é um refrigerante de limão com menos gás e edulcorantes que os convencionais. Lançada no País em setembro de 2006, atingiu em janeiro uma participação de 15% nas vendas de refrigerantes diet e light na capital paulista.

A Pepsi não estava preparada para o crescimento. O produto está em falta na cidade de São Paulo e obrigou a AmBev, distribuidora da marca no País, a colocar quatro fábricas produzindo a bebida

A Pepsi, vendo que estava perdendo a guerra das colas, iniciou uma estratégia de lançar várias outras bebidas no mundo inteiro. No Brasil, foram Gatorade, IceTea Lipton, Pepsi Twist e agora H2OH!.

Segundo o Procon, alguns supermercados foram autuados por vender o refrigerante nas mesmas gôndolas das águas minerais. Um comércio chegou a colocar garrafas de água mineral numa prateleira promocional do H2OH!, que estava em falta na loja.

Segundo um diretor da empresa de bebidas Genuína Lindoya (que 65% do faturamento provêm das águas minerais): “O H2OH! é o 7Up com nova roupagem. No exterior, eles colocam o rótulo do 7Up em destaque. Aqui não fazem isso. A Pepsi pegou um refrigerante que não vendia, investiu milhões de reais e deu um tapa nele. Mas que a bebida caiu no gosto do consumidor, isso não dá para negar.”

Compartilhe nas redes sociais:

Incluir comentário

Deixe um Comentário