Arte

Mona Lisa era vizinha de Da Vinci

A mulher que teria inspirado Leonardo da Vinci na realização de um dos quadros mais famosos do mundo – a Mona Lisa – morava em frente à casa da família do pintor, na cidade italiana de Florença.

Segundo o professor Giuseppe Pallanti, autor de um livro sobre a obra, publicado no ano passado, Mona Lisa era casada com Francesco del Giocondo, um rico comerciante florentino, e por isso também ficou conhecida como “Gioconda”.

Foi graças a documentos do Arquivo Municipal da cidade que ele conseguiu reconstruir a vida da “musa” de Da Vinci. Foi a primeira vez encontraram documentos que comprovam que a família Da Vinci e a família Giocondo se freqüentavam.

Segundo Pallanti, Mona Lisa estaria enterrada no convento de Santa Úrsula, localizado no centro de Florença, na Itália. Ela teria nascido em Florença em 1479 e morrido no dia 15 de julho de 1542.

A pesquisa de Pallanti mostra que a mulher do sorriso enigmático teria vivido entre Florença e a região do Chianti, famosa pela produção de vinho.

Com base nas informações existentes atualmente, Mona Lisa foi retratada quando tinha 25 anos de idade, depois de ela ter dado à luz o segundo de seus cinco filhos.

Os estudos de Giuseppe Pallanti confirmariam a tese de Giorgio Vasari, estudioso de artistas florentinos, segundo a qual Mona Lisa teria realmente existido. Essa tese foi colocada em dúvida no início do século 20, após o furto do quadro de Da Vinci, em agosto de 1911. Naquela época, chegou a ser cogitada a hipótese de que a obra poderia ser uma espécie de auto-retrato do próprio mestre. Entretanto, há quem discorde das afirmações de Pallanti.

O diretor do Museu Ideal Leonardo da Vinci, Alessandro Vezzosi, é um deles. Segundo ele, Mona Lisa era amante de Giuliano Medici, que teria encomendado o quadro.

Leonardo da Vinci começou a obra em 1503, mas ela ficou pronta três anos mais tarde, depois de várias interrupções.

A Mona Lisa original está exposta no Museu do Louvre, em Paris, e segue sendo objeto de pesquisas em todo o mundo.

Um dos mistérios que envolvem o quadro é o leve e enigmático sorriso da Mona Lisa.

Um estudo feito por especialistas canadeneses, que usaram radiografias tridimensionais para examinar o quadro, o efeito se deve a uma técnica super-refinada e complexa utilizada por Da Vinci.

Fonte: BBC

Compartilhe nas redes sociais:

Deixe um Comentário